agosto 26, 2015
Let's Talk About

A garota que você deixou para trás.

IMG_13222

Poderia começa escrevendo Era uma vez … Que daria super certo para a resenha desse livro mágico que a autora Jojo Moyes escreveu, mas como eu não sou escritora vou deixar meu breve relato sobre o livro do meu ponto de vista tentando não transmitir nenhum spoilers. O livro é divido em duas partes França de 1916 e Londres 2006. Portanto vou dividir minha resenha também em duas partes. Vamos lá.
Outubro de 1916 pela data quem ama história sabe que estamos vivendo a primeira guerra mundial e a invasão Alemã. Sophie Lefévre mora na França com irmãos e sobrinhos e toma conta do hotel chamado Le coup Rouge. Por causa da guerra o hotel está decadente não há hospedes, comida, roupas limpas, enfim a França está devastada e quanto mais as tropas alemães tomam conta da cidade a situação de sobrevivência fica alarmante. Édouard foi convocado para defender a França ele é marido de Sophie o qual retratou sua bela esposa num quadro, que agora fica pendurado no hotel. Todos os dias Sophie olha para aquele quadro com a esperança de que a guerra termine para que seu amado Édouard volte. A situação piora quando os alemães escolhem o hotel Le coup Rouge como ponto de alimentação dos militares. Sophie e sua irmã poderiam ter negado a abrigada porém a necessidade de uma alimentação fez com que elas aceitassem o pedido do comandante alemão, os restos de comida que os alemães deixavam no prato agora tinha destino certo para a família que não se alimentava. O quadro chama atenção do comandante e por essa razão Sophie Lefévre é levada a fazer coisas que talvez só fazemos quando amamos muito alguém, afinal o amor foge de todas as explicações lógicas possíveis e por esse amor ela vira alvo de desconfiança da pequena cidade, porém ela ignora a tudo e a todos para ter seu amado Édouard. Uma história de amor que se torna perigosa e complexa mais acima de tudo a esperança de pode um dia ver novamente aquele que tanto amamos.
IMG_13200

Londre 2006 Liv Halston é uma viúva que vive numa casa espetacular uma construção feita pelo seu falecido marido, a casa não só trás a lembrança de David como também abriga um lindo quadro de uma jovem, foi presente do seu marido durante a lua de mel, portanto não é apenas um quadro a Liv e sim uma memória de uma vida que um dia foi sua. Ela tenta retomar sua vida aos poucos, achar quem sabe um novo amor para recomeçar, então ela decidi sair e por uma obra do destino entra num bar Gay, embriagada não percebe que está sendo assaltada, mas é por esse assalto que Paul entra na sua vida, gentil, amável um homem espetacular e Liv se sente aos poucos atraída por esse novo romance. E a partir desse ponto sua vida vira de cabeça para baixo. O quadro une as duas histórias, e é por causa desse quadro que Liv começa uma busca incansável para pode ficar com ele, e é num tribunal que o quebra cabeça começa a ser encaixado. Mais uma vez temos uma história de amor, Paul se ver tão fissurado por Liv que percebe que as vezes devemos perder um pouco para no final ter a vida que queremos ao lado de quem amamos e é nesse sentimento que as duas histórias de amor se completam. No final do livro percebemos que o amor é o único caminho.
Vale a leitura Jojo moyes é brilhante. Um super beijo. E obrigada pela sua visita. Livros um amor.

  • Share this post
Comente pelo Facebook
Escreva seu comentário

Para usar uma imagem em seu avatar, cadastre-se em gravatar.com.